Limpeza Espiritual T

Dicionário de Limpeza Espiritual
T

Limpeza Espiritual Letra T

Limpeza Espiritual Letra T

Tambor: Um dos mais antigos instrumentos musicais e de comunicações dos povos primitivos. O tambor simboliza o som primordial. Significa as pulsações cíclicas do cosmo. Coração, sangue, rotação da terra, respiração, produzem sons cíclicos contínuos.

Tartaruga: Símbolo da paciência, da cosmo, da longevidade, porém no Egito é o símbolo da morte e das trevas.

Távola Redonda:  Conta a lenda que os templários, cavaleiros do Rei Arthur, era uma Ordem Secreta composta por grandes guerreiros. A távola redonda era uma grande mesa no qual os cavaleiros sentavam a sua volta. Representando o Sol e os planetas, o átomo, o macro e microcosmo.

Templo de Salomão:  construído pelo rei hebreu, cerca de 1000 anos antes de Cristo, transformou-se num importante símbolo esotérico, e cabalístico, representa o cosmo e também o corpo humano.

Torre: Simboliza a fortaleza, a prisão ou ponto de libertação, elevação espiritual. Torre de babel é um exemplo da busca humana em se elevar aos céus.

Totem: Totem é qualquer objeto, animal ou planta que seja cultuado como Deus ou equivalente por uma sociedade organizada em torno de um símbolo ou por uma religião, a qual é denominada totemismo. Totem é uma palavra dos Peles Vermelhas e designa simplesmente o “Brasão” ou as “Armas” que a família o traz. O “Brasão” era pintado ou cravado na maioria dos objetos usados pelo proprietário. As famílias dos Peles Vermelhas da América mandavam esculpir os seus Totens, quando podiam. Geralmente, eram altos pilares ou postes de cedro admiravelmente trabalhados. O “Brasão” ficava no elmo e em geral era um animal selvagem, ave ou peixe. Os índios tinham-no como talismã e acreditavam que velava por eles e os protegia.

Tocha: Tem o mesmo significado das velas. A luz, a revelação, o despertar. A tocha está associada ao homem caminhando no escuro, com a luz reveladora do caminho. Representa um apêndice Solar.

Trevas: Antes da luz, o caos, a escuridão, então Deus disse: Fiat Lux, e a luz se fez presente. As trevas são mais profundas que as sombras, pois ela é o PRINCIPIO de tudo, e contém em si tudo. É o útero passivo feminino de todo o universo, porém representa o pai e mãe da criação e luz seria o filho.

Trevo: As folhas dessa planta possui a trindade, pois o trevo possui tres folhas, o trevo está associado a um amuleto de sorte, principalmente encontrado um com quatro folhas.

Treze: Na última ceia 13 eram as pessoas reunidas. O 13 representa a eterna escalada de Sísifo com o rochedo em direção ao alto da montanha, que voltava a rolar para baixo. É a Décima terceira carta do Tarot: – A Morte.  O número 13 é negativo e fatalista para alguns; para outros, é um número de sorte.

Trimurti: Palavra sanscrita que significa “três formas” ou “três faces”. No hinduismo está associado a três divindades: Deus Brahma, Shiva e Vishnu. Também representa os tres poderes cósmicos no qual vive a realidade: Criação, Conservação e Destruição.

Trono: O trono é um assento real, é símbolo de unidade, síntese e estabilidade. Significa o equilíbrio, a justiça, o ordem e o poder. Também está associado a segurança.